release

Pocah celebra sucesso e hoje é um dos nomes mais conhecidos do funk feminino no Brasil

Último lançamento “Lei da Gravidade” foi hit do Carnaval 2020

Viviane de Queiróz Pereira. Você já ouviu falar desse nome? Tem alguma ligação para você? Para Pocah, é apenas o seu nome de batismo. Conhecida desde criança pelo apelido de Pocahontas, por conta de sua semelhança física com a famosa animação da Disney, a jovem vive um grande momento de ascensão na carreira, que culminou com o anúncio de seu novo nome artístico – Pocah – em junho do ano passado.

Nascida em Queimados, no Rio de Janeiro, em 17 de outubro de 1994, Viviane passou toda sua infância em Duque de Caxias e possui diversas memórias saudosas daquela época.
A música sempre esteve presente, mas inicialmente o que balançava o coração de Pocah era o rock. Com 12 anos, ela acompanhava o irmão em shows da banda que ele tinha e ficava vidrada naquele ritmo forte e pungente. O funk entrou na vida da cantora quando a mesma cursava o colegial. Durante o período letivo, ela conheceu algumas jovens que dançavam o estilo e começou a segui-las em shows e gravações. Foi em um desses episódios que Pocah cantou pela primeira vez. “Eu sento rebolando, chamando seu nome” foi elogiada por dois DJs na época.

Sem saber, aquele seria o pontapé inicial da carreira da cantora.
Com 16 anos, Pocah fez sua primeira turnê pelo Brasil. Com ascensão em São Paulo, a morena rodou o país, passando pelos estados do Espírito Santo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre, dentre outros.

A primeira música da cantora que estourou nas paradas de sucesso foi “Mulher do Poder”.
Gravada em 2012, o videoclipe possui mais de 1 milhão visualizações. Depois, uma sequência de
canções surgiu, ressaltando o talento de Pocah. Alguns exemplos são: Oh Quem Voltou (com Dani Russo e Naiara Azevedo), Perdendo a linha, Eu Sento Rebolando chamando o seu nome, Nois Tira Onda e Quer Mais? (com MC Mirella), sucesso que soma mais de 142 milhões de views e mais de 43 milhões de streamings no Spotify.

Com 9 anos de carreira, Pocah possui muitos sonhos, mas sente que tudo acontece no devido tempo. Muito pé no chão, a cantora não ultrapassa etapas. Tendo como inspirações Beyoncé e Nicki Minaj, a cantora teve uma grata surpresa em 2017, quando o rapper Future sampleou a música “Mulher No Poder”. Sem acreditar, Pocah ficou ainda mais feliz quando viu Kylie Jenner fazendo stories ouvindo a música de Future, justamente na parte de Pocah.

No ano de 2018, a cantora realizou novo sonho e fez sua primeira turnê nos Estados Unidos e Europa. Em 2019, menos de um ano depois, voltou à Europa para uma série de shows. A postura de Pocah sempre foi de uma mulher forte e batalhadora. Inspiração para várias mulheres em seus shows, a cantora sempre valorizou e reforçou sua independência e empoderamento.

Como se não bastasse todas essas vertentes, Pocah exerce também o papel de mãe. Sua filha Vitória, de 4 anos, é o xodó da artista e o motivo maior de todos os seus sonhos.
Além disso, seu engajamento na internet é impressionante. São mais de 4.200.000 de ouvintes mensais no Spotify, além de mais de 11 milhões de seguidores no Instagram.

Em março de 2019, lançou música e clipe de “Não sou obrigada”. Produzido pela Hitmaker e dirigido por Phill Mendonça, a canção conta com + 57 milhões de plays no Spotify e videoclipe com + 66 milhões de visualizações no Youtube.

Em agosto do mesmo ano, a cantora lançou “Pode Chorar”, com discurso feminista e empoderado. Mais uma vez, a cantora traz um projeto que fala sobre a liberdade feminina e quebra estigmas e rótulos arcaicos.

2020 começou com grandes hits como Carnaval Chegando, parceria com DJ Rennan da Penha, hoje a música conta com + 6 milhões de views no Youtube e + 6 milhões de plays no Spotify. E Lei da Gravidade, ao lado de Léo Santana. Este último lançamento da cantora conta hoje com + 5,2 milhões de views no Youtube.

Pocah é uma mulher empoderada, de forte opinião, que sabe o que quer e não desiste de seus sonhos. Lutadora, ela é focada e hoje um dos maiores nomes do funk feminino no país.

Pocah celebra sucesso e hoje é um dos nomes mais conhecidos do funk feminino no Brasil

Último lançamento “Lei da Gravidade” foi hit do Carnaval 2020

Viviane de Queiróz Pereira. Você já ouviu falar desse nome? Tem alguma ligação para você? Para Pocah, é apenas o seu nome de batismo. Conhecida desde criança pelo apelido de Pocahontas, por conta de sua semelhança física com a famosa animação da Disney, a jovem vive um grande momento de ascensão na carreira, que culminou com o anúncio de seu novo nome artístico – Pocah – em junho do ano passado.

Nascida em Queimados, no Rio de Janeiro, em 17 de outubro de 1994, Viviane passou toda sua infância em Duque de Caxias e possui diversas memórias saudosas daquela época.
A música sempre esteve presente, mas inicialmente o que balançava o coração de Pocah era o rock. Com 12 anos, ela acompanhava o irmão em shows da banda que ele tinha e ficava vidrada naquele ritmo forte e pungente. O funk entrou na vida da cantora quando a mesma cursava o colegial. Durante o período letivo, ela conheceu algumas jovens que dançavam o estilo e começou a segui-las em shows e gravações. Foi em um desses episódios que Pocah cantou pela primeira vez. “Eu sento rebolando, chamando seu nome” foi elogiada por dois DJs na época.

Sem saber, aquele seria o pontapé inicial da carreira da cantora.
Com 16 anos, Pocah fez sua primeira turnê pelo Brasil. Com ascensão em São Paulo, a morena rodou o país, passando pelos estados do Espírito Santo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre, dentre outros.

A primeira música da cantora que estourou nas paradas de sucesso foi “Mulher do Poder”.
Gravada em 2012, o videoclipe possui mais de 1 milhão visualizações. Depois, uma sequência de
canções surgiu, ressaltando o talento de Pocah. Alguns exemplos são: Oh Quem Voltou (com Dani Russo e Naiara Azevedo), Perdendo a linha, Eu Sento Rebolando chamando o seu nome, Nois Tira Onda e Quer Mais? (com MC Mirella), sucesso que soma mais de 142 milhões de views e mais de 43 milhões de streamings no Spotify.

Com 9 anos de carreira, Pocah possui muitos sonhos, mas sente que tudo acontece no devido tempo. Muito pé no chão, a cantora não ultrapassa etapas. Tendo como inspirações Beyoncé e Nicki Minaj, a cantora teve uma grata surpresa em 2017, quando o rapper Future sampleou a música “Mulher No Poder”. Sem acreditar, Pocah ficou ainda mais feliz quando viu Kylie Jenner fazendo stories ouvindo a música de Future, justamente na parte de Pocah.

No ano de 2018, a cantora realizou novo sonho e fez sua primeira turnê nos Estados Unidos e Europa. Em 2019, menos de um ano depois, voltou à Europa para uma série de shows. A postura de Pocah sempre foi de uma mulher forte e batalhadora. Inspiração para várias mulheres em seus shows, a cantora sempre valorizou e reforçou sua independência e empoderamento.

Como se não bastasse todas essas vertentes, Pocah exerce também o papel de mãe. Sua filha Vitória, de 4 anos, é o xodó da artista e o motivo maior de todos os seus sonhos.
Além disso, seu engajamento na internet é impressionante. São mais de 4.200.000 de ouvintes mensais no Spotify, além de mais de 11 milhões de seguidores no Instagram.

Em março de 2019, lançou música e clipe de “Não sou obrigada”. Produzido pela Hitmaker e dirigido por Phill Mendonça, a canção conta com + 57 milhões de plays no Spotify e videoclipe com + 66 milhões de visualizações no Youtube.

Em agosto do mesmo ano, a cantora lançou “Pode Chorar”, com discurso feminista e empoderado. Mais uma vez, a cantora traz um projeto que fala sobre a liberdade feminina e quebra estigmas e rótulos arcaicos.

2020 começou com grandes hits como Carnaval Chegando, parceria com DJ Rennan da Penha, hoje a música conta com + 6 milhões de views no Youtube e + 6 milhões de plays no Spotify. E Lei da Gravidade, ao lado de Léo Santana. Este último lançamento da cantora conta hoje com + 5,2 milhões de views no Youtube.

Pocah é uma mulher empoderada, de forte opinião, que sabe o que quer e não desiste de seus sonhos. Lutadora, ela é focada e hoje um dos maiores nomes do funk feminino no país.

shows

EM BREVE

06/03ITAPERUNA - RIO DE JANEIRO/RJ

07/03CACHOEIRA DO SUL - RIO GRANDE DO SUL/RS

13/03BOATE PALM - NITERÓI/RJ

14/03MILLENIUM CLUB - CURITIBA/PR

20/03JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS/MG

21/03THE CLUBE - PARAÍBA DO SUL/RJ

21/03EVENTO SOCIAL - RIO DE JANEIRO/RJ

28/03RECINTO DE EXPOSIÇÕES - SÃO JOSÉ DO RIO PREO/SP

multimedia

videos

(21) 3269-9915 / 3269-9916
comercial@goldproducoes.com.br

Assessoria de Imprensa: Melina Tavares Comunicação
Atendimento: Mayara Tiezzi – Telefone: (11) 3554-6280
E-mail: mayara@melinatavares.com.br

Publicidade: Mynd8 – Telefone: (11) 3074-0550
corga@mynd8.com.br