release

Viviane de Queiróz Pereira. Você já ouviu falar desse nome? Tem alguma ligação para você? Para Pocah, é apenas o seu nome de batismo. Conhecida desde criança pelo apelido de Pocahontas, por conta de sua semelhança física com a famosa animação da Disney, a jovem vive um grande momento de ascensão na carreira, que culmina com o anúncio de seu novo nome artístico – Pocah. Com parcerias e projetos saindo do forno, a cantora comemora esse momento.

Nascida em Queimados, no Rio de Janeiro, em 17 de outubro de 1994, Viviane passou toda sua infância em Duque de Caxias e possui diversas memórias saudosas daquela época.

A música sempre esteve presente, mas inicialmente o que balançava o coração de Pocah era o rock. Com 12 anos, ela acompanhava o irmão em shows da banda que ele tinha e ficava vidrada naquele ritmo forte e pungente. O funk entrou na vida da cantora quando a mesma cursava o colegial. Durante o período letivo, ela conheceu algumas jovens que dançavam o estilo e começou a segui-las em shows e gravações. Foi em um desses episódios que Pocah cantou pela primeira vez. “Eu sento rebolando, chamando seu nome” foi elogiada por dois DJs na época. Sem saber, aquele seria o pontapé inicial da carreira da cantora.

Com 16 anos, Pocah fez sua primeira turnê pelo Brasil. Com ascensão em São Paulo, a morena rodou o país, passando pelos estados do Espírito Santo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre, dentre outros.

A primeira música da cantora que estourou nas paradas de sucesso foi “Mulher do Poder”. Gravada em 2012, o videoclipe possui mais de 600 mil visualizações. Depois, uma sequência de canções surgiu, ressaltando o talento de Pocah. Alguns exemplos são: Oh Quem Voltou (com Dani Russo e Naiara Azevedo), Perdendo a linha, Eu Sento Rebolando chamando o seu nome, Nois Tira Onda e Quer Mais? (com MC Mirella), sucesso que soma mais de 107 milhões de views e mais de 33 milhões de streamings no Spotify.

Com 9 anos de carreira, Pocah possui muitos sonhos, mas sente que tudo acontece no devido tempo. Muito pé no chão, a cantora não ultrapassa etapas. Tendo como inspirações Beyonce e Nicki Minaj, a cantora teve uma grata surpresa em 2017, quando o rapper Future sampleou a música “Mulher No Poder”. Sem acreditar, Pocah ficou ainda mais feliz quando viu Kyle Jenner fazendo stories ouvindo a música de Future, justamente na parte de Pocah.

No ano de 2018, a cantora realizou novo sonho e fez sua primeira turnê nos Estados Unidos e Europa. Em 2019, menos de um ano depois, voltou à Europa para uma série de shows.

A postura de Pocah sempre foi de uma mulher forte e batalhadora. Inspiração para várias mulheres em seus shows, a cantora sempre valorizou e reforçou sua independência e empoderamento.

Como se não bastasse todas essas vertentes, Pocah exerce também o papel de mãe. Sua filha Vitória, de 3 anos, é o xodó da artista e o motivo maior de todos os seus sonhos.

Além disso, seu engajamento na internet é impressionante. São mais de 2.600.000 de ouvintes mensais no Spotify, 210.000.000 de visualizações no Youtube, além de mais de 8,7 milhões de seguidores no Instagram.

Seu último lançamento foi o clipe “Não sou obrigada”, no dia 29 de março. Produzido pela Hitmaker e dirigido por Phill Mendonça, a gravação traz uma importante e atual mensagem sobre empoderamento e liberdade feminina.

Pocah é uma mulher empoderada, de forte opinião, que sabe o que quer e não desiste de seus
sonhos. Lutadora, ela é focada e hoje um dos maiores nomes do funk feminino no país.

Viviane de Queiróz Pereira. Você já ouviu falar desse nome? Tem alguma ligação para você? Para Pocah, é apenas o seu nome de batismo. Conhecida desde criança pelo apelido de Pocahontas, por conta de sua semelhança física com a famosa animação da Disney, a jovem vive um grande momento de ascensão na carreira, que culmina com o anúncio de seu novo nome artístico – Pocah. Com parcerias e projetos saindo do forno, a cantora comemora esse momento.

Nascida em Queimados, no Rio de Janeiro, em 17 de outubro de 1994, Viviane passou toda sua infância em Duque de Caxias e possui diversas memórias saudosas daquela época.

A música sempre esteve presente, mas inicialmente o que balançava o coração de Pocah era o rock. Com 12 anos, ela acompanhava o irmão em shows da banda que ele tinha e ficava vidrada naquele ritmo forte e pungente. O funk entrou na vida da cantora quando a mesma cursava o colegial. Durante o período letivo, ela conheceu algumas jovens que dançavam o estilo e começou a segui-las em shows e gravações. Foi em um desses episódios que Pocah cantou pela primeira vez. “Eu sento rebolando, chamando seu nome” foi elogiada por dois DJs na época. Sem saber, aquele seria o pontapé inicial da carreira da cantora.

Com 16 anos, Pocah fez sua primeira turnê pelo Brasil. Com ascensão em São Paulo, a morena rodou o país, passando pelos estados do Espírito Santo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre, dentre outros.

A primeira música da cantora que estourou nas paradas de sucesso foi “Mulher do Poder”. Gravada em 2012, o videoclipe possui mais de 600 mil visualizações. Depois, uma sequência de canções surgiu, ressaltando o talento de Pocah. Alguns exemplos são: Oh Quem Voltou (com Dani Russo e Naiara Azevedo), Perdendo a linha, Eu Sento Rebolando chamando o seu nome, Nois Tira Onda e Quer Mais? (com MC Mirella), sucesso que soma mais de 107 milhões de views e mais de 33 milhões de streamings no Spotify.

Com 9 anos de carreira, Pocah possui muitos sonhos, mas sente que tudo acontece no devido tempo. Muito pé no chão, a cantora não ultrapassa etapas. Tendo como inspirações Beyonce e Nicki Minaj, a cantora teve uma grata surpresa em 2017, quando o rapper Future sampleou a música “Mulher No Poder”. Sem acreditar, Pocah ficou ainda mais feliz quando viu Kyle Jenner fazendo stories ouvindo a música de Future, justamente na parte de Pocah.

No ano de 2018, a cantora realizou novo sonho e fez sua primeira turnê nos Estados Unidos e Europa. Em 2019, menos de um ano depois, voltou à Europa para uma série de shows.

A postura de Pocah sempre foi de uma mulher forte e batalhadora. Inspiração para várias mulheres em seus shows, a cantora sempre valorizou e reforçou sua independência e empoderamento.

Como se não bastasse todas essas vertentes, Pocah exerce também o papel de mãe. Sua filha Vitória, de 3 anos, é o xodó da artista e o motivo maior de todos os seus sonhos.

Além disso, seu engajamento na internet é impressionante. São mais de 2.600.000 de ouvintes mensais no Spotify, 210.000.000 de visualizações no Youtube, além de mais de 8,7 milhões de seguidores no Instagram.

Seu último lançamento foi o clipe “Não sou obrigada”, no dia 29 de março. Produzido pela Hitmaker e dirigido por Phill Mendonça, a gravação traz uma importante e atual mensagem sobre empoderamento e liberdade feminina.

Pocah é uma mulher empoderada, de forte opinião, que sabe o que quer e não desiste de seus
sonhos. Lutadora, ela é focada e hoje um dos maiores nomes do funk feminino no país.

agenda

01/08
VITRINNI LOUNGE/RJ

02/08
CURITIBA E HOT BAR/PR

03/08
EMPÓRIO SANTA MARIA E CASCAVEL/PR

04/08
A CASA BOX/GO

08/08
HOT BAR/SP

09/08
NÔO BAR E LOUNGE TREMENDÃO/SP

10/08
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO/SP

11/08
FESTA BEETS/MG

16/08
NOVA IGUAÇU/RJ E EVENTO SOCIAL/RJ

17/08
ALL IN E DECK BANGU/RJ

18/08
CHÁCARAS PANORAMA/MG

23/08
EVENTO SOCIAL/RS

29/08
EVENTO SOCIAL/RJ

30/08
BARRA DA TIJUCA E ITA MUSIC/RJ

31/08
MADUREIRA E EVENTO SOCIAL/RJ




multimedia

videos

(21) 3269-9915 / 3269-9916
comercial@goldproducoes.com.br